ZF é certificada como Operador Econômico Autorizado pela Receita Federal

A ZF acaba de receber a certificação de Operador Econômico Autorizado (OEA) da Receita Federal. A empresa passa a ter certificação nas categorias OEA-S – de Segurança na Exportação e de Conformidade para Importação e categoria OEA-C, nível 2. De acordo com a Organização Mundial das Aduanas, atualmente há 73 países ao redor do mundo com programas OEA de Segurança e outros 17 em desenvolvimento. No Brasil há menos de 170 operadoras de comércio exterior certificadas, sendo aproximadamente 92 com certificação na área de segurança e apenas 51 importadores/exportadores com nível 2.

A multinacional busca pela certificação há dois anos, baseando-se em boas práticas de divisões de negócios já certificadas, como a planta industrial de Limeira, por exemplo. Para isso, um time empresa liderado pela área de comércio exterior envolveu as competências das áreas de compras, engenharia, logística e segurança patrimonial, além dos times de tecnologia da informação, recursos humanos, legal e de marketing.

O Programa OEA foi criado na década de 1990 e ganhou várias atualizações ao longo dos anos, como forma de facilitar o comércio internacional, permitir uma gestão mais integrada e segura das cadeias logísticas, ampliar a função e capacidades das alfândegas, reforçando a cooperação entre as administrações aduaneiras. Junto ao setor privado os programas OEA buscam a construção conjunta de políticas de segurança na cadeia logística global.