Empresas Randon cresce 45% e divisão de autopeças se destaca

As Empresas Randon anunciam crescimento com receita líquida de 45% maior em 2018. No último ano a divisão de autopeças teve participação importante, representando 50,8% das receitas totais da companhia, seguida por 45,3% da divisão montadoras e 3,8% da divisão de serviços financeiros. Ao final de 2018, os produtos com maior participação foram os semirreboques (39,3%), materiais de fricção (25,8%) e eixos e suspensões (9,3%).

Se em 2017 as exportações foram o principal fator para o crescimento da produção de caminhões, em 2018 foi o mercado brasileiro que reagiu e respondeu por grande parte do aumento dos volumes. Foram produzidas, no período, 105.534 unidades de caminhões, crescimento de 27,1% em comparação a 2017 (83.044 unidades). O mercado interno respondeu por 72,0% das vendas em 2018, aumento de 9,5% em relação ao ano anterior. Foram emplacadas no Brasil 75.987 unidades, 46,3% a mais que em 2017 (51.941 unidades). Segundo a empresa, a divisão de autopeças ampliou a relevância das receitas geradas no exterior, principalmente por meio das novas operações na Argentina, Uruguai e Índia. Além disso, as unidades industriais nos Estados Unidos e China estão apresentando bom desempenho. Com isso, as receitas oriundas do exterior chegaram a US$ 78,9 milhões em 2018, contra US$ 53,0 milhões em 2017.

Além disso, em 2018 os investimentos consolidados somaram R$ 335,1 milhões (R$ 216,0 milhões em 2017). Deste total, R$ 137,4 milhões foram investimentos de manutenção e ampliação fabril e R$ 197,6 milhões na aquisição da nova controlada indireta, a Fremax, e das joint ventures Randon Perú e ASK Fras-le.